Sesuma vai substituir três mil algarobas por mudas de ipês

Arquivado em: Destaques,Meio Ambiente,Notícias,Últimas Notícias |

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado entre a Prefeitura de Campina Grande e o Ministério Público Estadual, vai promover a reposição de todas as árvores do tipo algaroba plantadas no município, principalmente as mais antigas e que podem causar algum perigo à população. No lugar das algarobas serão plantadas mudas de ipês.

O secretário municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma), Geraldo Nobre Cavalcante, explicou que por conta dessa reposição serão extraídas, em média, três mil unidades de árvores da espécie algaroba e, no lugar destas, serão plantadas as mudas de ipês.

Mesmo reconhecendo que as algarobas contribuem com a redução da poluição e promovem sombra para a população, os técnicos da Sesuma detectaram grande probabilidade de queda dessas espécies, especialmente por serem antigas. Por isso a decisão de substituí-las imediatamente.

“Em virtude de ser uma espécie que traz inúmeros problemas para cidade, que não possui estabilidade na estrutura e fundação, e ter a probabilidade de cair por causa dos ventos fortes de inverno, é que estamos dando prioridade às arvores que oferecem maior risco. As algarobas são mais indicadas para a zona rural”, disse Geraldo Nobre.

Até agora mais de 100 árvores já foram substituídas, a maior parte na avenida Almirante Barroso. Depois será a vez da avenida Getúlio Vargas, onde existem algarobas plantadas há décadas. Todas serão substituídas por Ipês que, além de ser uma árvore mais bonita, tem mais sustentabilidade na sua fundação e não trará risco de tombamentos como as que estão sendo retiradas.

A Sesuma dispõe de alguns telefones que podem ser acionados pela população em caso de riscos de tombamentos de árvores: 3341-0600(Meio Ambiente); 3310-6115 (Sesuma) e 3310-6125 (Delur).

Fonte: Codecom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *